EVVA TE CONVIDA A REFLETIR NESTE MÊS DO ORGULHO TRANS!

Sim, junho é considerado o mês do orgulho trans. Durante esse mês, ocorrem várias celebrações, eventos e manifestações em todo o mundo para celebrar e promover a visibilidade e os direitos das pessoas transgênero.

O Dia Internacional do Orgulho Transgênero é comemorado em 28 de junho, em memória aos protestos de Stonewall, ocorridos em Nova York, em 1969. Esses protestos foram um marco na luta pelos direitos LGBT e envolveram pessoas transgênero, travestis e outros grupos marginalizados.

O mês do orgulho trans é uma oportunidade para destacar as questões enfrentadas pela comunidade trans, promover a inclusão, combater o preconceito, a discriminação, e celebrar as identidades transgênero. Durante esse período, ocorrem marchas, paradas, debates, palestras e outras atividades que visam sensibilizar a sociedade sobre as experiências e os direitos das pessoas trans.

É essencial respeitar e reconhecer a identidade de gênero de cada pessoa, utilizando os pronomes e tratamentos adequados à sua identificação, além de apoiar e promover a igualdade de direitos para a comunidade trans. 

O Instituto [SSEX BBOX], organização não governamental que amplifica e prolifera o debate LGBTQIAP+ no mundo, está lançando uma campanha para divulgar duas iniciativas para o Mês do Orgulho Trans.

uma multidao de pessoas com baloes de arco iris ao fundo

LGBTQIAP+ é uma sigla usada para representar a diversidade de identidades sexuais e de gênero. Cada letra na sigla representa um grupo diferente de pessoas:

  • L: Lésbicas, mulheres que são emocional, romântica e/ou sexualmente atraídas por outras mulheres.
  • G: Gays, homens que são emocional, romântica e/ou sexualmente atraídos por outros homens.
  • B: Bissexuais, pessoas que são emocional, romântica e/ou sexualmente atraídas tanto por pessoas do mesmo gênero quanto por pessoas de outros gêneros.
  • T: Transgêneros, pessoas cuja identidade de gênero difere do sexo atribuído a elas no nascimento. Por exemplo, uma pessoa designada como masculina ao nascer, mas que se identifica como mulher.
  • Q: Queer ou Questionando, termo utilizado para abranger todas as pessoas que não se encaixam nas categorias anteriores ou que estão em processo de questionamento e exploração de sua própria identidade sexual ou de gênero.
  • I: Intersexo, pessoas que possuem características biológicas que não se encaixam nas definições tradicionais de “sexo masculino” ou “sexo feminino”.
  • A: Assexuais, pessoas que não experimentam atração sexual por outras pessoas ou que têm uma atração sexual muito baixa.
  • P: Pansexuais, pessoas que são emocional, romântica e/ou sexualmente atraídas por outras pessoas independentemente de seu gênero ou identidade sexual.

72av

E quais são as duas iniciativas da ONG?

Feira Trans: feira de empreendedorismo, inovação e empregabilidade. Acontecerá no dia 3 de junho em São Paulo, na Praça da Bandeira. A feira se consolida, a cada ano, como o maior evento voltado à inclusão da comunidade LGBTQIAP+ no mercado de trabalho e no universo da tecnologia. Oferece um espaço acolhedor para educar empresas sobre as demandas de travestis e pessoas transgênero, binárias e não binárias. 

Marcha Trans: o CEO do Instituto [SSEX BBOX], Pri Bertucci, divulgou a data da 6ª Marcha do Orgulho Trans de São Paulo, dentro do calendário de atividades do mês da diversidade. A marcha será realizada no dia 09 de Junho, no Largo do Arouche, também na capital paulista.

O melhor canal para você se informar sobre esses dois eventos é no site do Instituto [SSEX BBOX], ok?

Aproveite o mês de junho para refletir sobre o que você tem feito para trazer essas discussões e inclusões sociais na sua empresa!


COMPARTILHE CONOSCO ESSAS REFLEXÕES AQUI NOS COMENTÁRIOS E BORA EVOLUIR JUNTOS!

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Facebook

7 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES?

Assine nossa newsletter